Conhecendo o Big Data

 

Big Data é o conjunto de soluções tecnológicas capaz de lidar com dados digitais em volume, variedade e velocidade inéditos até hoje. Na prática, a tecnologia permite analisar qualquer tipo de informação digital em tempo real, sendo fundamental para a tomada de decisões. Soluções de Big Data atuais já permitem a analise de dados não estruturados, que até então só podiam ser compreendidos por pessoas, como tweets, postes no Facebook, vídeos, geolocalização e comportamento de clientes que dependem de contexto para ter sentido.

 A previsão é que este mercado cresça cerca de 40% até o ano de 2015, acompanhando o crescimento da quantidade de dados digitais armazenados (hoje a quantidade é de 1,8 zettabyte e em 2015 chegará a 7,9 zettabyte).

O Conceito de Big Data
Primeiro, é importante definir o que não é Big Data. O termo não se refere a uma tecnologia, ferramenta, software, aplicativo ou qualquer coisa dessa natureza. Big Data é algo concreto, como mesa, cadeira ou computador. A definição formal fala de um conjunto de dados que possui as seguintes características: volume, variedade, velocidade e veracidade (os quatro V’s do Big Data).

Por volume entende-se a quantidade de dados, geralmente conjuntos que possuam alguns terabytes. Variedade tem a ver com os diferentes formatos e estruturas deste conjunto de informações (um grupo em que todos os dados estão no mesmo formato simples não se caracteriza variedade). Velocidade representa o quão rápido a informação muda ou os novos pontos de informação aparecem, o que impacta diretamente o tempo disponível para processamento. Por fim, a Veracidade está relacionada com a qualidade dos dados, ou seja, se estão corretos ou não.

https://i2.wp.com/paciornickcomunicacao.com.br/wp/wp-content/uploads/2015/01/cloud_big_data_0.jpg

Utilidade do Big Data

Desafios para a empresa

Numa mesma empresa, vários departamentos podem estar envolvidos na implementação e no uso do Big Data: TI, vendas, marketing, etc. O serviço de marketing é o que mais usa o Big Data. Estes serviços são considerados como os precursores no desenvolvimento de novas estratégias. Através deles, o Big Data responde a várias questões da empresa:
Melhorar a experiência do cliente,
Compreender melhor o comportamento do cliente,
Antecipar as necessidades e adaptar as campanhas de marketing.

A implementação de novos processos relacionados ao Big Data também pode permitir a melhoria da cadeia logística e dos mecanismos de decisão, além de ser uma vantagem competitiva significativa.

Vantagens para o marketing da empresa:

Melhorar a eficácia das campanhas publicitárias, sejam elas online ou não,
Refinar a segmentação de clientes atuais e potenciais,
Analisar o comportamento dos clientes a 360°: compras em loja e online, hábitos de navegação na internet, preferências indicadas nas redes sociais, etc.

As fontes analisadas podem variar: o histórico das transações, as interações multicanais, as redes sociais e os dados transmitidos pelos cartões de fidelidade, por exemplo.

Rumo a novas estratégias de marketing

O Big Data permite a adaptação ou a implementação de estratégias de marketing da empresa. Elas oferecem uma nova resposta para os problemas da empresa ou de seus projetos.
Dois ângulos maiores podem ser isolados:
1) A Análise comportamental em tempo real, para favorecer a promoção multicanal e influenciar o comportamento de consumidor: ofertas promocionais, segmentação geolocalizada, etc.
2) A Análise segmentar para melhorar o alvo e identificar os clientes potenciais.

Veja alguns exemplos de uso do Big Data:

A análise preditiva, ou seja, a adaptação de uma mensagem de marketing para uma provável ação do consumidor.
Ex: um anúncio para um hotel em Paris, quando o usuário estiver procurando uma voo para Paris,

O marketing de automação, ou seja, o marketing automatizado.
Ex: o envio de um folder (arquivo) de acordo com a geolocalização ou a data de aniversário do cliente,

O Native Advertising,

O Retargeting publicitário,

Personalização dos resultados de pesquisa no Google, por exemplo.

Como usar o Big Data em sua empresa

Coletar os dados

Os dados podem vir de diferentes canais que não correspondem, necessariamente, às mesmas profissões e aos mesmos serviços, em cada empresa. Os canais podem ser digitais ou não, ou ter a sua própria aplicação analítica. Trata-se de centralizar esses dados em um mesmo conjunto.

Estabelecer um panorama dos canais dos dados existentes,
Implementar novos suportes para coletar feedbacks adicionais dos clientes: questionário online ou na loja, aplicação, site, redes sociais, cartão de fidelidade, etc). Procurar uma solução terceirizada, ou desenvolver uma solução interna para gerenciar o fluxo de dados.

Também podemos distinguir os dados internos, que a empresa produz e armazena, dos dados externos aos quais ela pode ter acesso.

Analisar os dados

O grande fluxo de dados e de informações pode constituir um risco para a empresa se “afogarmos” os objetivos no volume.
Para evitar este risco, o cliente deve ser colocado no centro da análise: Como os dados podem ajudar a melhorar a sua experiência de compra? De que informações precisamos para adaptar o produto ou serviço às suas expectativas ou ao seu comportamento?

O projeto Big Data de uma empresa pode ser desenvolvido em torno de vários eixos:

Focar no cliente e no resultado esperado,
Usar os dados para reforçar a sua competitividade,
Misturar a análise estatística e a análise preditiva para refinar os resultados.

Algumas soluções e ferramentas do Big Data

Accenture
Access
Appex
Algar
Datastax
Adobe
TiInside
SAS
Zahpee

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s